handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!

Foto-MIS: Coleções fotográficas do Acervo MIS reunidas em 4 publicações.

A série de publicações FOTO MIS, parceria com a Editora SESI e com curadoria de João Kulcsár, leva ao público coleções de destaque do acervo fotográfico do Museu da Imagem e do Som.

Memória Paulistana, Lambe-lambe, Alex Vallauri e Madeira-Mamoré são as primeiras coleções que abrem essa série de quatro volumes.

Com registros de fotógrafos como Guilherme Gaensly e Militão Augusto de Azevedo, Memória paulistana foi a primeira exposição, realizada em 1975, na atual sede do MIS. Esta publicação traz uma seleção de imagens que mostram a cidade em um momento de expansão urbana, uma volta no tempo aos locais icônicos na história da cidade como Avenida Paulista, Vale do Anhangabaú e Viaduto do Chá.

Em São Paulo, no começo dos anos 1920, os fotógrafos de rua passaram a ocupar praças e parques públicos munidos de um aparato que possibilitava fotografar, revelar e entregar imediatamente a fotografia ao cliente. O declínio desta profissão que contribuiu para a popularização de registros fotográficos originou tanto um dos primeiros projetos de pesquisa empreendidos pelo museu como a própria coleção: Lambe-lambe – fotógrafos de rua nos anos 1970.

Além de ser um dos pioneiros da arte do grafite no Brasil, Alex Vallauri transitou por outras vertentes com narrativa visual urbana, como estêncis e pinturas que discorriam a plasticidade das formas em seus desenhos. Kulcsár explica que a seleção de imagens no acervo do MIS para este livro deu-se com o intuito de valorizar o rico acervo de registros fotográficos deste artista urbano, que reconhece sua produção como uma linguagem de natureza efêmera.

O trabalho do fotógrafo Dana Merril, contratado para fazer o registro fotográfico da construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, sobreviveu décadas de forma anônima até ser incorporado aos acervos museológicos, servindo como testemunho da história e referência pela técnica fotográfica. “Pensando bem, é muita sorte terem vindo até nós essas belíssimas e tecnicamente impecáveis fotografias de Dana Merrill. Ele é nosso cronista maior. Ele é a testemunha presente da história. Suas imagens ‘falam’”, afirma Francisco Foot Hardman, professor titular de literatura da Unicamp.

Além destas coleções que fizeram parte de exposições importantes neste Museu, as publicações apresentam também o texto de um convidado especial, que nos leva a ampliar nossa compreensão e percepção estética do conteúdo das imagens, sempre a partir de uma perspectiva contextualizada. E é essa a proposta da coleção Foto-MIS, que os leitores se sintam transportados, como sugere Hardman, “Façamos um exercício. Boa viagem!”

 

Foto: Cinthia Bueno

Galeria de Fotos

COMPARTILHE