handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
[CURSO MIS ]

Gestão de equipamentos culturais

INSCREVA-SE

Nas últimas décadas, surgiu uma grande quantidade de equipamentos culturais no Brasil e, especialmente, no Estado de São Paulo. Centros culturais, teatros, bibliotecas, museus, salas de exposições e centros voltados às atividades de formação. Com programações das mais diversificadas possíveis e um público variado, os espaços culturais foram ganhando mais e mais importância no dia a dia das comunidades, como locais de produção e difusão cultural, de formação, reflexão, lazer e entretenimento.

De caráter público ou privado, os equipamentos culturais, independente de suas vocações e porte, enfrentam desafios semelhantes e precisam ser geridos com conhecimento, profissionalismo e paixão. Nestes encontros, serão abordadas questões relevantes para o sucesso dos equipamentos culturais, tais como pertencimento à comunidade, missão e objetivos, fontes de financiamento, planejamento e pesquisas, recursos humanos, infraestrutura, comunicação, relações com o público e programação.

  • O espaço que antecede o espaço (equipamento) cultural;
  • Espaço: imaginário e criação da imaginação;
  • A cidade como equipamento cultural;
  • A arquitetura do equipamento cultural e suas linguagens;
  • Artes, expressões artísticas e linguagens;
  • Equipamentos culturais: suas comunidades, missão e objetivos;
  • Financiamento e planejamento;
  • Pesquisas;
  • Recursos humanos;
  • Comunicação e relações com o público;
  • Programação;
  • Paixão e criatividade; e
  • A “hora do cafezinho”.

Sobre o professor
Antonio Carlos de Moraes Sartini - Advogado formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, atuando na área cultural há mais de 25 anos, com larga experiência no diversos setores. Sócio fundador e diretor da empresa Cartel de Produções (1990/1994). Entre 1994 e 2005 ocupou vários cargos junto à Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo: Diretor da Oficina Cultural Regional Grande Otelo em Sorocaba; Delegado Regional de Cultura em Sorocaba; Diretor Técnico do Departamento de Formação Cultural; Diretor Técnico do Departamento de Atividades Regionais da Cultura; Diretor da Oficina Cultural Oswald de Andrade em São Paulo. Ocupou os cargos de Diretor do Departamento de Teatro e do Departamento de Expansão Cultural da Secretaria de Cultura do Município de São Paulo. Entre 2006 e 2016 ocupou o cargo de Diretor do Museu da Língua Portuguesa. Desde 2017, atua através da empresa A C de Moraes Sartini Produções.

Galeria de Fotos