handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp

Björk Digital

O MIS recebe a exposição internacional Björk Digital. Na mostra, música, artes visuais e tecnologia se unem para expressar o pioneirismo da multiartista islandesa Björk.

A mostra, que estreou em Sydney em 2016 e já passou por Tóquio, Barcelona, Cidade do México, Moscou, Montreal, Londres e Los Angeles, entre outras, será apresentada pela primeira vez no Brasil.Concebida por Björk e James Merry,com produção do MIF (Manchester International Festival), a mostra é dividida em seis áreas compostas por realidade virtual e elementos audiovisuais imersivos que demandam a interação dos visitantes.

No primeiro andar da exposição, seis faixas de Vulnicura (2015) – Stonemilker, Black Lake, Mouth Mantra, Quicksand, Familye Notget – são transformadas em experiências VR divididas em quatro salas. De uma performance intimista na praia de Grótta, na Islândia, a um mergulho na boca da Björk, passando por interações com os avatares digitais da artista, os videoclipes interativos exploram a tecnologia de realidade virtual, ressaltando o seu papel como uma das artistas mais vanguardistas de nosso tempo.

“a realidade virtual não é apenas uma continuidade natural do videoclipe , mas tem um potencial dramatúrgico ainda mais íntimo , ideal para esta jornada emocional . ”– björk

Já o segundo andar da exposição é dividido em duas salas: Biophilia e Cinema. A primeira traz uma área educativa baseada no álbum Biophilia (2011), com tablets permitindo a composição de músicas e a exploração da relação entre o mundo natural e a tecnologia. A segunda sala apresenta dezenas de clipes da carreira da artista remasterizados em alta definição, como Armyof Me (Michel Gondry), It’s Oh So Quiet (Spike Jonze) eAll Is Full of Love (Chris Cunningham), incluindo o seu videoclipe mais recente Tabula Rasa (Tobias Gremmler).

“Sempre acostumados a nos admirar com cada evolução musical e artística que Björk nos apresenta – que são, de fato, pequenas grandes revoluções –, não nos damos conta de que ela, na mesma medida em que nos traz todas essas novidades, também oferece uma questão ligeiramente perturbadora: para onde vai o futuro?”– Zeca Camargo

Para quem visitar a exposição, o MIS distribuirá um folder especial (sujeito a disponibilidade), que se transforma em um pôster, com textos da Björk, Zeca Camargo (jornalista, apresentador e fã da cantora desde 1992) e Cleber Papa (diretor cultural do MIS). Tire a fotografia do pôster em sua casa e compartilhe com as hashtags #björknomis e #björkdigital.

  • INFORMAÇÕES DE SEGURANÇAadd

    Como a exposição utiliza óculos de realidade virtual, as seguintes regras e recomendações devem ser seguidas:

    >> limite máximo de 20 pessoas a cada sessão;

    >> por medida de segurança, o acesso livre à exposição apenas é permitido a partir de 14 anos. Isso se deve às diretrizes dos fabricantes do equipamento de Realidade Virtual (RV), já que pesquisas realizadas até o momento indicam que menores de 14 anos estão em período crítico de desenvolvimento visual e a utilização de tais equipamentos pode gerar prejuízos; menores de 14 anos somente poderão acessar a exposição acompanhados dos pais ou responsáveis e mediante autorização escrita destes, uma vez cientes dos riscos;

    >> sensações de náusea e desconforto não são incomuns, por isso grávidas, cardíacos, pessoas com anomalia de visão binocular, labirintite, epiléticas ou com doenças similares devem evitar a experiência.

  • INFORMAÇÕES IMPORTANTESadd

    >> Duração estimada da experiência: 80 minutos.

    >> É proibido fotografar ou filmar no espaço expositivo.

    >> O ingresso é válido somente para o horário selecionado no ato da compra. O visitante deve chegar 15 minutos antes para realizar o check-in. Excedido esse horário, sob nenhuma hipótese será possível ingressar na exposição, e não haverá reembolso.

    >> Não é permitido acessar a exposição com bolsa ou mochila, que deve permanecer no guarda-volumes (gratuito).

    >> Não é permitida a troca de ingresso para outra data ou sessão. Não há reembolso.

Galeria de Fotos

Mídia

"Björk como você nunca viu: virtual, íntima e vulnerável

Urban Taste/UOL

"Exposição Björk Digital é uma viagem psicodélica e emocional pela música da artista

Hypeness

"Uma exposição feita para desafiar a categorização, misturando performance, filme, instalação digital e experiência interativa

Dazed

"Björk persegue 'o momento mágico em que a música e o visual coincidem'

Folha de S. Paulo