handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp

O MIS e o MIS Experience estão com as atividades presenciais suspensas.

[CURSO MIS ]

História da Arte

INSCREVA-SE

O curso percorre da arte rupestre ao academicismo do século XIX e tem sua metodologia pautada na mediação cultural, ou seja, as aulas acontecem de modo dialogado com os participantes, a partir de imagens selecionadas para serem analisadas. Também propõe analisar as obras em relação ao contexto histórico de produção, para perceber as possibilidades da arte como fonte histórica. No tocante aos contextos de recepção de tais obras na contemporaneidade, discute as possibilidades de trabalho com tais obras em museus e sala de aula. O foco do curso está nas artes visuais, porém, sem perder o diálogo com outras linguagens da arte.

Módulo I – Da arte rupestre à Antiguidade clássica

Este primeiro módulo do curso de História da Arte analisa, a partir de fontes historiográficas e dos estudos da cultura visual, produções culturais visuais rupestres, a visualidade no Egito antigo, Grécia e Roma clássicas, problematizando o próprio conceito de arte atribuído para as produções da antiguidade como uma construção do mundo ocidental. 

Aula 1 | Conceitos de arte e de cultura visual. Arte como fonte histórica. Arte rupestre. Egito antigo. 

A aula introduz os conceitos de arte e cultura visual, que serão retomados na segunda aula, bem como nos módulos seguintes.

Aula 2 | Grécia antiga (períodos arcaico, clássico e helenístico).

A partir de imagens previamente selecionadas, nesta aula analisaremos a produção cultural visual de cada período citado, percebendo o contexto de produção das obras, e as transições deles.

Aula 3 | Roma antiga. Seguindo o período da Antiguidade europeia, analisaremos as características das obras executadas no período romano, percebendo as semelhanças e diferenças em relação ao mundo grego.

Aula 4 | Possibilidades expositivas e educativas com a arte e visualidade da Antiguidade.

Na aula de encerramento do módulo, retomaremos questões e dúvidas sobre os estudos da cultura visual que permearam as aulas e discutiremos a ideia de patrimônio cultural. Também falaremos sobre o olhar contemporâneo para tais produções do passado, problematizando o contexto de recepção, seja no museu ou na escola.

Módulo II – Arte medieval: a conversa entre religião e visualidade

Este segundo módulo do curso de História da Arte analisa, a partir de fontes historiográficas e dos estudos da cultura visual, produções culturais visuais, seja pintura, escultura e arquitetura, do período medieval e sua relação com a religiosidade, seja na Europa Ocidental ou Oriental. Trataremos do cristianismo e do islamismo como influenciadores da produção visual e a visualidade católica.

O curso apresenta a produção cultural medieval e a reverberação de tal visualidade na contemporaneidade, especialmente a visualidade católica na cultura brasileira. Estuda as transformações e contextos dos últimos séculos do Império Romano e as influências deste contexto na chamada arte paleocristã e a arte românica. Apresenta as características da arte islâmica. Identifica as características estéticas da arte gótica e sua relação com o contexto da época. E discute as possibilidades expositivas e educativas da produção cultural medieval na contemporaneidade.

Aula 1 | Alta Idade Média. Arte paleocristã. A função social da arte religiosa e a relação de sua função com as transformações estéticas. Nesta primeira aula, retomaremos alguns conceitos do módulo I, como arte e cultura visual, basilares para seguirmos os estudos de arte medieval. Em seguida, traremos as transformações sociais com o final do Império Romano do Ocidente e o surgimento da arte religiosa denominada paleocristã ou primitiva cristã.

Aula 2 | Arte Bizantina e Muçulmana. Império Romano do Oriente.

Seguiremos trazendo as transformações ocorridas no momento em que a capital do Império Romano se transfere para Constantinopla e trataremos da produção cultural visual e características estéticas da arte religiosa bizantina e muçulmana. 

Aula 3 | Novos estilos: povos bárbaros, carolíngeos, otonianos e românicos. A fé militante.

Nesta aula, nos voltamos para a Europa ocidental novamente e trataremos de uma produção visual nova, construída por povos e reinos diferentes. Será ainda, aberto um espaço para refletirmos e problematizarmos sobre a produção estética e visual de povos não europeus nessa mesma época.

Aula 4 | Baixa Idade Média. Gótico.

Nesta aula, encerraremos o longo período da História denominado Medieval a partir das produções visuais do gótico. Iremos estudar as características estéticas da arte gótica, percebendo as transformações políticas, sociais e econômicas da cidade medieval e o período de transição para, o que na História da Arte convencionou-se a denominar, Renascimento.

Módulo III – Renascimento

Este terceiro módulo do curso de História da Arte analisa, a partir de fontes historiográficas e dos estudos da cultura visual, produções culturais visuais, seja pintura, escultura e arquitetura, do período denominado Renascimento nas Artes (séculos XIV, XV e XVI), seria mesmo um renascimento? O foco do curso serão as artes visuais, sem perder o diálogo com as outras linguagens da arte, e trataremos de conhecer a estética e artistas da renascença, bem como perceber as possibilidades de tal visualidade na contemporaneidade. 

O objetivo do curso é apresentar o contexto político, social e econômico no período de transição entre as denominadas eras medieval e moderna, que no Renascimento italiano é chamada de Trecento (século XIV). Estudar as obras e contextos dos séculos XV e XVI. Identificar as características estéticas da arte e de artistas do Quattrocento e do Cinquecento. Conhecer e reconhecer os artistas renascentistas das cidades da península itálica e de outras regiões da Europa. Analisar criticamente os conceitos de renascimento, beleza e genialidade.

Aula 1 | Renascimento – Trecento (séc. XIV). Transformações sociais e estéticas do período.

A primeira aula abordará de forma crítica o conceito de “renascimento”, apresentará características da produção cultural visual produzida no período denominado “trecento”, contextualizando-as com o tempo em que foram realizadas e expostas, bem como com a contemporaneidade.

Aula 2 | Renascimento – Quattrocento. Características estéticas e os artistas do século XV.

Nesta aula serão apresentadas as características estéticas da arte e de artistas do século XV. Será discutido o contexto histórico de tais produções e artistas, retomando a crítica ao conceito de “Renascimento” da aula anterior, acrescentando um olhar crítico às noções de beleza e genialidade nas artes visuais.

Aula 3 | Renascimento – Cinquecento. Características estéticas e os artistas do século XVI

A terceira aula tratará do último período da Renascença italiana. Serão apresentadas e discutidas as características estéticas do período e os artistas mais citados. Estudaremos esta fase e o seu contexto de transição para o Maneirismo que virá a seguir.

Aula 4 | A Renascença fora da Península Itálica. Contexto político, social, cultural e econômico.

A última aula deste módulo está reservada para a apresentação e discussão de artistas dos Países Baixos, Flandres, Sacro Império Germânico e Península Ibérica do mesmo período do Renascimento que ocorria na Itália, quando encerraremos a discussão sobre o conceito de “Renascimento” e as possibilidades de leituras de tais obras na contemporaneidade.

Módulo IV – Maneirismo, barroco e rococó

Este módulo do curso de História da Arte analisa, a partir de fontes historiográficas e dos estudos da cultura visual, produções culturais visuais maneiristas, barrocas e do rococó, entendendo seus contextos de produção, o exagero e desequilíbrios estéticos pós renascença. Iremos conhecer as características estéticas da arte e dos artistas dos três estilos na Europa e no Brasil, com destaque para as possibilidades estéticas do barroco no Brasil colonial. 

O objetivo deste curso é compreender as transformações e contexto político, econômico, cultural e social da época. Perceber a arte barroca e sua ligação com a contrarreforma religiosa. Identificar as características estéticas de artistas maneiristas, barrocos e do rococó. Tecer considerações críticas a respeito da relação direta do Barroco com as questões religiosas e suas diferentes consequências na arte. Analisar a estética aberta do Barroco e do Rococó presente nas produções visuais do Barroco na América Latina, especialmente no Brasil.

Aula 1 | Maneirismo. Nesta primeira aula iremos conhecer os artistas maneiristas e suas obras, percebendo o contexto histórico e cultural do século XVI e a revisão dos valores clássicos privilegiados pela renascença. Também analisaremos expressões do Maneirismo no Brasil.

Aula 2 | Barroco – Europa. Nesta aula iremos apresentar e discutir as características estéticas da arte barroca na Europa, bem como seus artistas. Analisaremos o contexto social, cultural e político e a relação direta do Barroco com a contrarreforma e com o absolutismo ibérico e francês, especialmente. Também serão apresentados nesta aula, as características da arte barroca nos países baixos e península itálica, entre outras regiões europeias. 

Aula 3 | Barroco – América Latina em geral, Brasil em especial. Uma vez conhecidas as características do barroco europeu e seu contexto histórico, iremos discutir a estética barroca e as possibilidades que ela trouxe na representação de uma religiosidade latino-americana no geral e brasileira em particular. Apresentaremos também as características regionais do barroco brasileiro.

Aula 4 | Rococó – Europa e Brasil. A última aula deste módulo apresenta as características e os artistas do estilo Rococó, que surgiu na França no século XVIII como um desdobramento do barroco. Também apresentará obras que podem ser consideradas como arte Rococó ou influenciadas por ela, no Brasil.

Módulo V – Arte séculos XVIII e XIX: o academicismo na construção do nacionalismo

Este módulo do curso de História da Arte analisa, a partir de fontes historiográficas e dos estudos da cultura visual, produções culturais visuais dos séculos XVIII e XIX, na Europa e no Brasil, destacando o neoclassicismo, romantismo e realismo nas artes visuais, dialogando com outras linguagens da arte, bem como com o contexto político, social e econômico. Ainda será abordado o surgimento dos museus nacionais e o papel da arte nesses espaços.

O objetivo do curso é apresentar a produção cultural academicista dos séculos XVIII e XIX e compreender a reverberação de tal visualidade na contemporaneidade. Estudar as características do estilo neoclássico e a influência do contexto político e social nos estilos romântico e realista. Analisar criticamente o papel da arte nos museus nacionais europeus e brasileiros. Perceber as fontes visuais como documentos históricos e sua potência educacional.

Aula 1 | Arte acadêmica: neoclassicismo europeu. Arte e identidade nacional. Surgimento dos museus.

Nesta aula será abordado o estilo neoclássico e contexto sociocultural que fomentou a estética que resgata valores clássicos da antiguidade. Além disso, como a arte acadêmica foi utilizada para a construção da identidade nacional na Europa pela sua difusão nos grandes museus. 

Aula 2 | Arte acadêmica no Brasil: Missão artística francesa (1816). Arte e identidade nacional nos museus brasileiros. Esta aula é uma continuação da aula, agora com foco na produção artística brasileira no século XIX, com o surgimento da Escola de Belas Artes. Também discutiremos a tentativa da construção de uma identidade nacional a partir do uso da cultura visual.

Aula 3 | Romantismo. Imagens que criam imaginários. Era das revoluções. Esta aula analisará a construção de um imaginário e da identidade nacional a partir da análise de produções artísticas visuais românticas, na Europa e no Brasil, num contexto revolucionário (Revolução Francesa, Industrial, Independências). Trataremos também da cultura visual presente na vida cotidiana (cédulas e moedas, imprensa etc.)

Aula 4 | Realismo. Ciência e crítica social. Nesta aula de encerramento do módulo iremos estudar a pintura e escultura realista como crítica social para a partir daí podermos, também, tecer considerações críticas contextualizadas a arte acadêmica, ao nacionalismo e ao ideal de beleza resgatado pelo neoclassicismo que reverbera na atualidade.

  • Sobre a professora Valeria Peixoto de Alencaradd

    Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1998), mestrado em Artes (2008) e doutorado em Artes (2015) pelo Instituto de Artes da Unesp. Possui experiência na área de Educação em Museus, Educação Patrimonial e Mediação Cultural. Colaboradora da empresa Arteducação Produções, desde 2001, atuando como educadora, supervisora, coordenadora e formadora de educadores para exposições. Como docente, tem experiência como professora de História na Educação Básica e, no Ensino Superior, como professora nos cursos de Licenciatura em História, Pedagogia e Licenciatura em Artes, nas disciplinas relacionadas a Patrimônio cultural e História da Arte. 

  • Condições dos cursos MISadd

    → Cancelamento do curso ou mudança de datas 
    Se o número mínimo de inscritos não for alcançado ou por motivos de caso fortuito ou força maior, o curso poderá ser cancelado ou ter datas e horários alterados. Nesse caso, a equipe MIS entrará em contato com todos os inscritos (por e-mail) para passar as informações necessárias. 

     → Problemas técnicos
    Caso ocorra algum problema técnico que impeça a realização da aula, entraremos em contato com os alunos por e-mail informando a providência que será tomada em conjunto com o professor e a equipe do MIS.

     → Realização das aulas
    Todas as aulas dos cursos online são realizadas exclusivamente ao vivo, pela plataforma Zoom Cloud Meetings e não ficam gravadas. 

       → Cancelamento de matrícula 
    Para cancelar sua matrícula e pedir reembolso do valor pago, envie um email com sua solicitação no prazo máximo de até 07 (sete) dias antes do início do curso. Será devolvido 80% do valor pago.  

    Se o cancelamento da matrícula for efetuado após o prazo de 07 (sete) dias, não haverá devolução do valor pago, mas o participante poderá indicar outra pessoa para sua vaga, que gozará dos 100% já pagos.  

    → Certificado
    Para receber o certificado de participação, é necessário assistir a 75% das aulas ministradas. O certificado será enviado no prazo de até 10 dias úteis para o -email cadastrado no ato da matrícula.

    Para eventuais dúvidas, escreva para: cursos@mis-sp.org.br   

Galeria de Fotos

Assista #misemcasa