handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp

A cada edição o Ciclo de Cinema e Psicanálise traz debate sobre um filme mediado por Luciana Saddi, coordenadora de Cinema e Psicanálise da Diretoria de Cultura e Comunidade da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Em seguida, o público pode participar com perguntas, integrando novas perspectivas sobre a obra discutida. Na temporada #MISemCASA, as edições são quinzenais, e o público pode assistir ao filme antecipadamente em plataformas de streaming. 

Nesta edição, a psicanalista Marly Terra Verdi e a colunista da Folha de S.Paulo Mirian Goldenberg, mediados por Luciana Saddi, debatem o filme “A despedida” (dir. Roger Michel, EUA/Reino Unido, 2019, 97 min, 14 anos, disponível Now, Paramount +, Apple iTunes, Looke, Oi Play e Google Play), drama familiar sobre o último fim de semana da matriarca Lily (Susan Sarandon) com a família. No centro da narrativa está a doença degenerativa de Lily e a escolha de se matar antes que a progressão da enfermidade a impeça de tomar qualquer decisão. O filme nos leva à necessária discussão sobre o tema da eutanásia, ortotanásia e suicídio assistido. 

Assista no canal do MIS no YouTube.

Sobre as debatedoras: 

Marly Terra Verdi é psicanalista, membro efetivo e analista didata (SBPSP e presidente do Grupo de Estudos de São José do Rio Preto e Região. Tem publicado artigos em revistas e livros especializados. 

Mirian Goldenberg é antropóloga, professora da UFRJ e colunista da Folha de S.Paulo. 

Sobre a mediadora: 

Luciana Saddi é psicanalista e escritora. É membro efetivo e docente da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo, mestre em Psicologia pela PUCSP e diretora de Cultura e Comunidade da SBPSP (2017/2020). É autora de “Educação para a morte” (Ed. Patuá), coautora dos livros “Alcoolismo – série o que fazer?” (Ed. Blucher) e “Maconha: os diversos aspectos, da história ao uso”. É fundadora do Grupo Corpo e Cultura e coordenadora do programa de cinema e psicanálise da diretoria de cultura e comunidade da SBPSP em parceria com o MIS e a Folha de S.Paulo. 

Sobre o filme:  

A despedida 

dir. Roger Michel, EUA/Reino Unido, 2019, 97 min, 14 anos, disponível no Now, Paramount +, Apple iTunes, Looke, Oi Play e Google Play) 

Três gerações de uma mesma família se encontram na casa da matricarca para um fim de semana. A matriarca, em estado terminal, decide encerrar sua vida naquele domingo, por isso a reunião com seus entes mais queridos. Com a proximidade do fim da vida da mãe, Sanne e Heidi, que concordaram com a decisão da mãe, ficam mais nervosas com a difícil decisão. Enquanto o tempo passa antigos conflitos voltam a atormentá-los. 

SOBRE O #MISEMCASA
A campanha #MISemCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19 – que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham seu funcionamento suspenso temporariamente. Conheça a ação #culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.

O MIS agradece aos patrocinadores e apoiadores da programação, que também apoiam a iniciativa digital #MISemCASA: Kapitalo Investimentos (patrocínio), Cielo (patrocínio), Vivo (patrocínio), TozziniFreire Advogados (apoio institucional), Bain & Company (apoio institucional) e Telhanorte (apoio operacional).

 

Galeria de Fotos

Assista #misemcasa