handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!

O projeto mensal do MIS registra depoimentos de compositores e intérpretes icônicos da música popular brasileira se divide em duas etapas: a primeira é composta de um longo depoimento realizado em estúdio, que passa a integrar o acervo do MIS; a segunda é ao vivo no palco do Auditório MIS, com mediação da jornalista e apresentadora Lorena Calábria e com Yan Montenegro e Gama Musical, que faz releituras inéditas e exclusivas dos maiores sucessos do homenageado. A entrada é livre, e o público pode participar fazendo perguntas, que passam a integram o roteiro da noite. 

A convidada do mês de junho é a cantora, compositora, arranjadora e instrumentista Joyce Moreno, considerada por Tom Jobim como uma das maiores cantoras de todos os tempos. Nas palavras de Caetano Veloso, “A capacidade musical que possui me surpreendeu quando, anos depois, ela ressurgiu tocando violão como os melhores (na terra de João Gilberto, Dori, Gil e João Bosco, isso não é pouca brincadeira), cantando com afinação precisa, compondo com imaginação harmônico-melódica original.” 

Sobre a convidada 

Nascida no Rio de Janeiro, Joyce Moreno tem em sua bagagem uma extensa discografia e cerca de 400 gravações de músicas suas por alguns dos maiores nomes da música popular brasileira, como Elis Regina, Maria Bethânia, Monica Salmaso, Gal Costa, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Edu Lobo, Emilio Santiago, Boca Livre, Nana Caymmi, Zizi Possi, Elizeth Cardoso, Simone, Leny Andrade e muitos outros. Na área internacional, tem sido gravada por nomes de peso como Annie Lennox, Wallace Roney, Omara Portuondo, Black Eyed Peas, David Sanchez, Jon Lucien, Claus Ogerman, Gerry Mulligan, Till Brönner, Flora Purim e outros mais. Composições suas têm sido utilizadas em trilhas sonoras de filmes (como "O jogador", de Robert Altman, e “Legalmente loira”), animações (participou da trilha do anime japones “Wolf’s Rain” em parceria com a compositora japonesa Yoko Kanno), em programas de TV e em espetáculos teatrais. Sua marca registrada foi, desde o início da carreira, a linguagem feminina na primeira pessoa, no que foi pioneira: foi a primeira compositora brasileira a se expressar desta forma na história da MPB, abrindo caminho para um sem-número de outras criadoras que viriam depois. Recebeu 4 indicações ao Grammy Latino e tem até o momento 34 CDs e 2 DVDs individuais, além de compilacões e participações. Atualmente, seu trabalho segue também trilha internacional, com turnês mundiais a cada ano e gravações de novos discos em diferentes países, sem perder nunca sua identidade brasileira-feminina. Apresenta-se anualmente no circuito Blue Note no Japão e em festivais de jazz e em turnês na Europa, Estados Unidos e Canadá. 
No ano de 1997, iniciou também uma nova fase em seu trabalho, com o lançamento de seu primeiro livro de crônicas, “Fotografei você na minha Rolleyflex”, uma memória sobre os bastidores da MPB do início de sua carreira, pela editora MultiMais. Escreveu também uma coluna semanal no jornal carioca "O Dia", de 1998 a 2000. Entre 1999 e 2002, realizou um projeto seu para TV, a série "Cantos do Rio", que mostra a MPB e seus criadores pelo Rio de Janeiro. Em 2010/2011 cria e apresenta outra série para a MultiRio, “No compasso da história”, a história do Brasil contada através da MPB, em 15 documentários. Em 2012, também para a Multirio, criou e apresenta a série “Pequenos Notáveis”, sobre a infância dos nossos grandes compositores. 

Sobre a mediadora

Lorena Calábria
Jornalista especializada em Cultura. Escreveu e/ou apresentou programas como Clip Clip (Rede Globo), Cine MTV, Metrópolis (TV Cultura), Ensaio Geral (Multishow), Cine Conhecimento (canal Futura), Rádio Café (Oi FM), entre outros. Foi repórter na revista Bizz (editora Abril), TPM (editora Trip) e Revista da Folha (Folha de S.Paulo). Em 2019, publicou o livro Chico Science & Nação Zumbi - Da Lama ao Caos (editora Cobogó). Atualmente, é editora de conteúdo do Três Selos e dirige a La Strada, produtora de audiovisual.

Galeria de Fotos

Governo do Estado de SP