handstalk, o conteúdo é acessivel com Vlibras!
Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp

O MIS está com as portas abertas de quinta a domingo. Confira as regras para uma visitação segura.

A mostra inédita traz, todo domingo, diretamente do Acervo MIS, uma seleção de filmes brasileiros.  As produções selecionadas apresentam um panorama da produção nacional realizadas desde o final da década de 1970 até o final da década de 1990. Na edição deste domingo que tem como tema Ficções premiadas, o Cinema de Acervo apresenta uma seleção de filmes que fizeram muito sucesso no circuito dos principais festivais de cinema do país, como o Festival de Gramado, que premiou na edição de 1986 o curta Frankenstein punk; o Festival de Cinema de Brasília, cujo vencedor da edição de 1997 foi Átimo; e a 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que exibiu em sua 43ª edição Fora da estrada, produção que circulou por diversos outros festivais. Tanto as obras Átimo e Fora da estrada, produções ficcionais com estruturas narrativas clássicas, quanto Frankenstein punk, que traz uma maior experimentação de linguagem, refletem o contexto e discussão de sua época de produção.

Confira no canal do YouTube do MIS. 

Sobre os filmes
Frankenstein punk (Dir. Eliana Fonseca e Cao Hamburger, Brasil, 1986, 11 min, livre) Frank nasce ao som de “Singing in the Rain” e, a partir daí, seu destino é caminhar em busca da felicidade, sem entender que isso o levaria a assustar as pessoas.

Átimo (Dir. Romeu di Sessa, Brasil, 1997, 30 min, 12 anos)  Por motivos pessoais um casal se separa com intenções de tentar a vida na Europa. Ela vai, e ele acaba ficando cinco anos no Brasil.

Fora da estrada (Dir. Galileu Garcia Jr., Brasil, 1989, 13 min, 10 anos) Uma situação kafkaniana, na qual um garoto em viagem é detido em um posto de polícia rodoviária.

SOBRE O #MISEMCASA

A campanha #MISemCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19 – que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham seu funcionamento suspenso temporariamente. Conheça a ação #culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.

O MIS agradece aos patrocinadores e apoiadores da programação 2020, que também apoiam a iniciativa digital #MISemCASA: Youse (patrocínio máster), DENSO Brasil (patrocínio), Kapitalo Investimentos (patrocínio), Cielo (patrocínio), e TozziniFreire Advogados (apoio institucional).

Galeria de Fotos

Apoie o MIS ;)